Bem-vindo ao PLATFORM shift+

 

Os desafios do Teatro para jovens na era digital : :
PLATFORM SHIFT+ é um projecto composto por 11 parceiros de 9 países – 10 companhias de teatro, entre elas o Teatro O Bando e a Universidade norueguesa de Agder como instituição especializada em educação cultural no trabalho com a infância e juventude.

 

PLATFORM SHIFT+ é um projecto de cooperação de larga escala anunciado pela Comissão Europeia sob a tutela da European Culture Funding Stream Creative Europe.
A organização que lidera este projecto é o Pilot Theatre (YORK, GB) que é uma das companhias de teatro no Reino Unido mais reconhecida no trabalho com jovens, destacando-se pela qualidade das suas abordagens inovadoras numa constante exploração, desenvolvimento e partilha do trabalho.
Pretendemos identificar a necessidade urgente de nos envolver com a tecnologia digital, a fim de compreender a realidade do nosso público de referência.
Os jovens de hoje são nativos digitais que se movem naturalmente entre os mundos real e virtual. O teatro para eles deve responder a esta nova realidade, a fim de manter e fazer crescer os públicos existentes e construir novos públicos para o futuro. Somente fazendo isso podemos retratar com precisão a sua realidade e faze-los acreditar no teatro como uma arte ao vivo de referência para os tempos modernos.
PLATFORM shift + propõe um extenso programa de atividades inter-relacionadas que consistem em mais de 20 grandes conferências públicas internacionais, oficinas e ações de formação, 40 coproduções com base em peças / propostas recém desenvolvidas, incluindo os processos de trabalho transnacionais e a digressão dos produtos artísticos.
Todo o trabalho artístico profissional é acompanhado por projetos dos jovens.
Dado que o desenvolvimento do público é o principal objetivo da Platform shift+, os jovens são fundamentais para todas as atividades. O nosso grupo alvo, jovens com idades 14+, é consultado em todas as fases do projeto. Os jovens atuam como conselheiros em tecnologia digital, artístico, marketing e assuntos de desenvolvimento do público. Serão envolvidos no desenvolvimento de temas, pesquisas, conteúdo artístico e conceitos de desenvolvimento para produções profissionais.
O processo artístico a nível nacional dos jovens ocorre paralelo a todas as produções profissionais anuais. Incluirá as próprias produções teatrais dos jovens e um programa de oficinas em áreas como, uso artístico da tecnologia digital, escrita, representação etc. Os jovens vão colaborar com artistas locais e internacionais. Também explorarão o uso criativo da tecnologia digital (como streaming ao vivo, medias sociais, aplicações para celulares, crowd sourcing etc.) dentro da criação de seus próprios produtos de teatro.
Terão lugar 4 Encontros Internacionais de Jovens.
Jovens de diferentes países reunir-se-ão para participar em oficinas, colaborações artísticas, investigação na tecnologia digital e atividades criativas com a comunidade local. O resultado final será apresentado para uma audiência de público local e globalmente através da Internet.
Todos os Encontros de Jovens serão ligados a reuniões de artistas profissionais para permitir que aconteçam conexões participativas e educativas. Nas temporadas 2 e 3, os Encontros de Jovens acontecerão em paralelo com Fóruns Criativos. Idealmente, cada Encontro de Jovens vai ser acessível num espaço virtual, onde continuará como um legado para desenvolver trabalho artístico e relações criativas.
É importante realçar a caraterística do teatro como a arte ao vivo num momento único e num concreto local indo ainda os jovens experimentar a natureza transnacional / europeia do projeto, no mundo real, assim como o mundo virtual. O número de jovens capazes de participar em cada Encontros de Jovens e a sua duração dependerá do nível de financiamento extra alcançado.

O 11º parceiro é a Universidade de Adger da Noruega, especializada em educação cultural (www.uia.no)